Navigation Menu

Sherlock Holmes, Minha cara Watson e o papel de Moriarty

elementary


Elementary é uma série atual que traz o renomado detetive Sherlock Holmes, direto para o século XXI nos dias atuais, em Nova York. Entre essas mudanças temos a figura de Watson. Ainda formada em medicina, o adorado doutor se torna uma ex-cirurgiã de descendência asiática, perspicaz, que, ao contrário do que ocorre nas estórias originais, se torna grande detetive, virando primeiramente parceira de Holmes para depois passar a um trabalho solo.


John Watson, no mundo de Conan Doyle, ainda tenta tirar suas conclusões, mas sempre interpreta algo errado e vê a verdade se desvelar pela inteligência dedutiva de seu colega. Joan Watson, por sua vez, consegue inclusive terminar o caso que Holmes não conseguia, em parte por ser muito pessoal. Uma coisa na série se torna clara, sem a Watson, muitos casos não teriam sido resolvidos.


Outra mulher que dessa vez habitou a vida de ambos os Sherlock’s - o dos livros e o de Elementary - é Irene Adler. Nos livros, sendo uma das poucas mal feitoras que escapa dos olhos aguçados do detetive, se torna a única mulher por ele admirada - ainda que, inicialmente, Holmes compare seu raciocínio à geniosidade de um homem, para depois tentar corrigir seu comentário.


moriarty


Em Elementary, Adler se transforma em Moriarty, o grande arqui-inimigo de Sherlock e aquele que, nos livros, o levaria a morte, ao menos, por algum tempo, até que o autor o revivesse a pedido dos fãs, principalmente pelos apelos de sua mãe. Na série, as imagens de Irene e Moriarty se sobrepõem e a mesma sairia impune se Joan não intervisse no caso, vislumbrando o que Sherlock, apaixonado pela inimiga, não conseguia ver.


Joan então se emparelha. Ela não é menos dentro da estória. Se antes Watson só contava as estórias, a Watson se redime, se torna uma brilhante detetive, no mesmo nível de Holmes, sendo capaz de repetir muitos de seus feitos, como dizer se uma assinatura é falsa ou verdadeira, ou mesmo deduzir grandes coisas através de pequenos detalhes.

0 comentários: