Navigation Menu

Movimento em favor da educação tem nova data marcada para protestos

Por Isabella Mello

Manifestantes reunidos no centro do Rio de Janeiro
Foto: Gabriel Masello
Exatamente 15 dias depois do primeiro protesto, outra manifestação que pretende dar continuidade à luta em favor dos direitos educacionais acontecerá no dia 30 de maio. Após os atos do dia 15 que ocorreram em todo o Brasil, sendo chamados de “idiotas úteis” e “massa de manobra” pelo próprio presidente, os sindicatos dessas instituições federais, como a União Nacional dos Estudantes (UNE), estão organizando e convocando docentes e sindicalistas para mais uma vez irem às ruas em favor de seus direitos.

A maior manifestação até agora contra o governo atual reuniu estudantes e professores nas ruas de 26 estados mais o Distrito Federal. Depois de algumas instituições serem chamadas de “balbúrdia” pelo governo e terem 30% de cortes em seus investimentos, a UNE organizou protestos em favor da educação e contra a PEC-06/2019, que define um novo rumo à situação dos direitos previdenciários do trabalhador brasileiro.
Segundo o Sindicato Nacional, na reunião que ocorreu entre essas entidades educacionais no dia 17, foi acordada a necessidade de medidas as quais mostrariam à sociedade a importância das universidades, não só no âmbito de pesquisas, mas também em questões sociais. Um exemplo é o projeto “UFF nas Praças”, que ocorre no dia 22 e 25 de maio com o objetivo de divulgar as ações sociais e projetos feitos pela universidade. Dessa forma, buscam convocar cada vez mais pessoas para o movimento que ocorrerá no dia 30, quinta-feira, e a greve geral prevista para o dia 14 de junho.

0 comentários: